full screen background image
Últimas notícias

Processamento de dados em massa já é aplicado na gestão de funcionários – Carreiras


Estudos sobre consumidores por meio de “big data”, ou quantidade de dados to grande que s programas especializados podem processar, so comuns em departamentos de marketing h alguns anos. Agora, para saber mais sobre seus funcionrios, algumas empresas esto usando esse mecanismo no setor de recursos humanos.

Com programas especializados, o RH pode fazer inferncias que ajudam na tomada de decises sobre cortes de custos, contrataes e necessidade de formao dos funcionrios, por exemplo.

“Posso comparar nveis salariais com o desempenho, e assim responder a algumas perguntas: ‘Ser que os que trabalham melhor so aqueles que tm os maiores salrios? Estou cometendo algum equvoco ao contratar?'”, afirma Daniela Mendona, que presidente da LG Lugar de Gente, empresa de tecnologia para recursos humanos.

O uso de dados sempre foi comum nessa rea. O que h de novo nos ltimos anos a capacidade de registrar e processar um volume de informao muito maior, o que abre possibilidades novas na hora de avaliar os dados e procurar correlaes.

Uma das empresas pioneiras no uso de “big data” em RH no Brasil a IBM.

A empresa cruza anonimamente dados como salrio, tempo de profisso, tempo de permanncia na empresa e habilidades do funcionrio.

Segundo o gerente de RH Rafael Kuhl, a empresa j consegue aumentar a reteno de bons funcionrios, reduzir gastos mdicos e avaliar habilidades em falta.

Recentemente, o departamento observou que havia uma grande quantidade de acidentes de trabalho. Com o cruzamento de dados, observou-se uma correlao entre o nmero de acidentes e o gnero dos funcionrios: a maioria ocorria com mulheres. Um dos possveis motivos, segundo ele, era o uso de sapatos com salto alto. “A partir desse tipo de informao, voc pode tomar aes para conscientizar os funcionrios sobre riscos de acidentes.”

A Votorantim, em seu programa de seleo de trainees, usa software de anlise de “big data” para direcionar candidatos para vagas mais adequadas, com base em teste respondido por quem j trabalha na empresa.

Editoria de Arte/Folhapress
Especial Carreiras - Domingo - 18.jun.2018 - Modo de usar - Quest

QUESTO LEGAL

No h legislao especfica para regular o uso de dados digitais nas empresas, mas a aplicao do “big data” no RH pode ser controversa em dois aspectos: em relao privacidade dos funcionrios e quanto chance de uso discriminatrio de dados, sobretudo na contratao.

“Se o uso dos dados annimo, no h problema quanto privacidade. Mas recomendvel que a empresa informe que vai fazer esse monitoramento”, diz Daniela Yuassa, advogada especialista em direito trabalhista do escritrio Stocche Forbes.

Yuassa cr que, quanto discriminao, h um problema mais grave. “A preocupao uma empresa deixar de contratar algum por conta de gnero ou etnia”, afirma.

Para Guilherme Malfi, gerente de RH da empresa de recrutamento Talenses, preciso “tomar cuidado para no aplicar os dados e esquecer o lado humano”.

Elaine Saad, presidente da Associao Brasileira de Recursos Humanos, diz que para o bom uso do “big data” preciso evitar a presena exclusiva de profissionais de cincias exatas. “Ter gente com formao de humanas na funo fundamental.”



Fonte




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *