full screen background image
Últimas notícias

Censura Em Minas: Vereador De BH Faz Acusação Falsa Contra Professora


A exposição “Faça você mesmo sua Capela Sistina”, no Palácio das Artes, foi novamente alvo de polêmica por pessoas que defendem a censura das obras. No dia 4 de outubro, professoras de escolas públicas de Belo Horizonte foram acusadas equivocadamente de levarem estudantes à exposição, que tem classificação para maiores de 18 anos. A acusação falsa foi feita pelo vereador Jair Di Gregorio (PP).

O vereador filma estudantes menores de idade e questiona uma das professoras que os acompanha: “As crianças estão indo para algum evento?”. A professora responde “elas estão voltando de um festival de curtas no Palácio das Artes”. Ele conclui: “ah, no Palácio das Artes…” e corta o vídeo, voltando a criticar os quadros de Pedro Moraleida.

A professora questionada, Raquel Santos, explica que informou ao vereador que as crianças voltavam de um festival de filmes infantis, mas o vereador insistiu na acusação. “Primeiramente não cedi o uso da minha imagem e nem dos meus alunos – e nem poderia, pois só os responsáveis legais têm tal direito – e, além disso não estava na exposição alvo dos protestos dele”, comenta Raquel, em rede social. 

“Esse vídeo está viralizando e eu estou em uma situação extremamente desconfortável por causa da irresponsabilidade de alguém. Na internet há muitos juízes mas poucos investigadores, cuidado com o que vocês compartilham”, alerta professora.

Investigação

A Secretaria Municipal de Educação enviou à Câmara de Vereadores um pedido para investigar Jair Di Gregorio, afirmando que tanto a professora, quanto a escola e a secretaria foram prejudicadas pela acusação equivocada. O vídeo na internet, que foi editado, viralizou e resultou em centenas de comentários contra as instituições de educação de BH. Na segunda (9), o vereador publicou uma nota reconhecendo o constrangimento causado e pedindo desculpas à professora e alunos.

Prefeito e Caetano Veloso visitam exposição

No dia 8, a exposição recebeu a visita do cantor Caetano Veloso, que estava em BH para apresentação de shows. O artista criticou as tentativas de cancelarem a exposição. “Em nenhuma dessas exposições que estão sendo discutidas não há nada que não seja tradição das artes, sobretudo das artes mais recentes”, disse.

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), compareceu ao Palácio das Artes no mesmo dia e também apoiou a permanência da exposição. Para ele, o local é o lugar adequado para receber obras artísticas como esta. “Isso aqui é uma galeria de arte. Você pode não gostar ou não vir”, disse. “Absolutamente normal e não acredito que nenhum homem do século 21 se choque de verdade com o que viu”, completa.

 

Edição: Joana Tavares



Fonte




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *