SindServ Barueri – Portal – Novos consumidores priorizam acesso a bens em vez de posse, segundo estudo – Loja full screen background image
Últimas notícias

Novos consumidores priorizam acesso a bens em vez de posse, segundo estudo – Loja


Por que comprar algo quando possvel pagar apenas pelo seu uso? Aplicar essa lgica em nome de uma vida mais simples e flexvel uma das tendncias de consumo apontadas pela consultoria Euromonitor para 2018.

O levantamento combinou a anlise de 30 segmentos em cem pases e entrevistas com 30 mil consumidores em 20 pases, incluindo o Brasil. Outras nove tendncias foram destacadas, como o co-living e a personalizao de produtos e servios de acordo com o cdigo gentico.

Chamados de “inquilinos” pela consultoria, esses novos consumidores priorizam o acesso em detrimento da propriedade, seja por meio de troca, compartilhamento, aluguel ou streaming.

“O status de hoje est muito mais ligado experincia de consumo e responsabilidade social do que posse, o que beneficia a economia compartilhada”, diz a pesquisadora Alison Angus, responsvel pelo estudo.

Segundo ela, mais importante para os “inquilinos” mostrar o quanto economizam dinheiro, evitam o desperdcio e ajudam os outros. “Status mais sobre olhar para o que fiz ou alcancei e menos para o que tenho. E isso se aplica globalmente para todas as geraes”, afirma.

Essa tendncia tem a ver no s com uma mudana de valores, mas tambm de estilo de vida, de acordo com o especialista em cultura de consumo Benjamin Rosenthal, professor da FGV (Fundao Getulio Vargas).

Eduardo Anizelli/Folhapress

“Quando voc no acumula mais livros e CDs, coloca todo seu consumo na nuvem ou em aplicativos e paga pelo uso, voc fica muito mais livre, seja por no ocupar espao na sua residncia ou por consumir onde quiser. Hoje, o estilo de vida muito nmade, e, por isso, faz sentido ele estar ligado eliminao da posse”, afirma.

E o mercado, aliado tecnologia, tem apresentado diferentes solues para esse pblico, como plataformas para locao de roupas, ferramentas, artigos esportivos ou eletrodomsticos.

No Reino Unido, est disponvel at o servio de aluguel de cachorro. No aplicativo Borrow My Doggy (Empresto Meu Co, em portugus), tutores pagam uma taxa anual de 44.99 (R$ 206,44) e quem aluga, de 12,99 (R$ 59,60).

No Brasil, tambm h opes para alugar de tudo um pouco, como o site Alooga, que conta com mais de 20 mil usurios em todas as regies do pas, com concentrao maior na capital paulista.

De um lado, esto proprietrios de objetos com pouco uso, como furadeiras e pranchas de surf. Do outro, quem precisa fazer o uso ocasional desses itens.

“Nos pases desenvolvidos, a cabea outra e se d maior importncia experincia do que posse. No Brasil as coisas esto comeando a acontecer, mas a materialidade e o consumismo ainda reinam”, afirma Rafael Dias, presidente da Alooga.

*

TROCA-TROCA

Plataformas que permitem o uso compartilhado de objetos

ALOOGA
Conecta donos de objetos ociosos a quem deseja us-los por um perodo, como ferramentas, artigos esportivos, eletrnicos e roupas de festa. Pode ser acessado no site (alooga.com.br) e aplicativo gratuito para iOS e Android

RENT A BAG
O site faz locao de malas de viagem. H opo de buscar a bagagem no escritrio da empresa ou receb-la em casa. Atua nos Estados de So Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paran, Santa Catarina e Piau; rentabag.com.br

TEM ACAR?
um aplicativo que facilita o emprstimo de objetos entre vizinhos. O usurio avisa o que est precisando, e o pedido enviado a quem mora por perto. Gratuito e disponvel para iOS e Android; temaucar.com

DRESS & GO
O site especializada no aluguel de vestidos de designers brasileiros e internacionais. As peas so entregues em domiclio e podem ser devolvidas por coleta, Correios ou no showroom da empresa; dressandgo.com.br



Fonte




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *