full screen background image
Últimas notícias

Whey protein causa espinhas? – Remédio Caseiro


Whey protein causa espinhas? Se você tem essa dúvida, saiba que nesse texto vão ser respondidas esta e outras questões referentes a esse ingrediente. Acompanhe a seguir!

Whey protein é o nome dado a proteína do soro do leite extraída no processo de fabricação do queijo e da coalhada. É usado como suplemento alimentar e tem se tornado cada vez mais popular, principalmente entre as pessoas que praticam exercícios físicos com frequência.

Entretanto, existe um questionamento muito comum entre os seus usuários em relação ao consumo e seu efeito na estética da pele. Vamos tirar essa dúvida e entender mais sobre o assunto.

Whey protein pode causar acne?

De acordo com a nutricionista Carolina Monçôres, o whey protein pode sim estar associado ao aparecimento de espinhas, especialmente em pessoas que já possuem predisposição.

“O whey protein contém 6 tipos de proteínas que podem estar associadas a acne: TGF, IGF-I, IGF-II, PDGF, FGF-I e FGF-II. Elas podem aumentar de concentração nos indivíduos que consomem esse suplemento, promovendo crescimento e divisão de células cutâneas e aumento da produção de sebo e espinhas”, explica a profissional.

Whey protein pode causar espinhas principalmente em quem já tem predisposição

O consumo do whey protein aumenta a produção de sebo e espinhas (Foto: depositphotos)

Estudos têm mostrado que os homens possuem mais propensão a acne quando utilizam whey protein, porém, após o segundo mês de uso, são as mulheres que costumam apresentar mais espinhas.

Isto se dá pela influência dos hormônios androgênicos, cujo aumento é proporcionalmente maior nas mulheres após usarem o whey protein. De forma geral, o aumento da quantidade e grau das espinhas tem sido mais pronunciado durante o primeiro mês de uso do suplemento.

O mito da vitamina B12

Existe um mito de que a vitamina B12, presente em algumas marcas de whey protein, é a responsável pela causa das espinhas, pois o consumo em excesso dessa vitamina pode levar ao aparecimento de acne.

Carolina desmistifica essa teoria: “não existem muitas marcas de whey protein que possuem vitamina B12 e as que possuem, fornecem apenas em torno de 0,18 a 0,36 microgramas. A recomendação diária é de 2,4 microgramas de vitamina B12 ao dia, por isso, não seria adequado falar que a quantidade presente no whey protein faz mal para a pele”.

Veja também: Vitaminas para ganhar massa muscular

A lactoferrina pode evitar espinhas

Se você quer diminuir as chances de ter espinhas durante o consumo de whey protein, existe uma substância presente na proteína do leite que pode ajudar: a lactoferrina. “Pela qualidade de reduzir glicemia e gordura, a lactoferrina reduz a inflamação corporal e, dessa forma, pode reduzir as chances do aparecimento da acne”, ressalta Carolina.

Um estudo feito na Universidade Kyung Hee, na Coreia do Sul, mostrou que a ingestão de 200 miligramas de lactoferrina por dia, durante 12 semanas, reduziu 36% da inflamação ocasionada pela acne e 23% do aparecimento de espinhas, além da diminuição da produção de sebo.

Portanto, para evitar o surgimento de espinhas, fique de olho na lista de ingredientes e procure marcas de whey protein que tenham uma boa quantidade de lactoferrina em sua composição.

Como escolher a melhor marca de whey protein?

O whey protein tem alta qualidade nutricional e proporciona muitos benefícios. Seus aminoácidos promovem o aumento da massa muscular, aumentam a saciedade e protegem o organismo contra os raios ultravioleta. O suplemento pode ainda reduzir as chances de doenças cardiovasculares e diminuir a inflamação de outras patologias.

Veja também: As 10 melhores fontes de proteínas

Mas, é muito importante saber escolher direitinho a marca que você vai consumir, pois algumas substâncias podem agravar ainda mais o problema das espinhas ou até causar outros transtornos.

“As melhores marcas são aquelas que fornecem uma maior quantidade de proteína por porção de produto, pouca quantidade de carboidratos e mínima de gordura. O ideal é sempre calcular o percentual de proteína presente no suplemento. Para isso, basta dividir a quantidade de proteína pela porção do produto (que geralmente é de 30 gramas ou 1 scoop) e multiplicar por 100. Quanto maior o percentual, mais pura é a proteína usada”, orienta Carolina.

A profissional explica também que os corantes, aromatizantes e conservantes artificiais não devem estar presentes no whey protein de qualidade, pois são substâncias sem valor nutricional, que não trazem benefícios a saúde e podem até ocasionar reações alérgicas.

Já adoçantes ou açúcares, como a maltodextrina, devem ser um dos últimos itens na lista de ingredientes, pois, caso estejam em grande quantidade, podem prejudicar a performance, causando um aumento da inflamação corporal.

“O cloreto de sódio também não é adequado, pois é responsável por reter líquido. E, caso a dieta necessite ser isenta de lactose, o ideal é optar pelo whey protein isolado ou hidrolisado, pois há isenção desse açúcar, ou utilizar os que são a base de soja”, acrescenta a nutricionista.

Veja tambémDê um up no seu treino fazendo uso desse tipo de alimentação

Como solucionar o problema?

Se você está tendo problemas com espinhas durante o consumo de whey protein, observe como anda a sua alimentação. Muitas vezes, a causa da acne pode estar relacionada com o que você come e não exatamente com o suplemento.

Algumas marcas de whey protein podem causar espinhas, por isso é importante escolher bem

Homens possuem mais propensão a acne quando utilizam whey protein (Foto: depositphotos)

Fique atento às dicas da Carolina para melhorar os hábitos alimentares e diminuir a incidência de espinhas:

  • Reduza o consumo do açúcar branco, assim como os alimentos que o contenham na composição;
  • Evite preparações gordurosas, frituras, ou alimentos que tenham muita gordura saturada. Eles podem aumentar a oleosidade da pele e com isso, causar espinhas;
  • Consuma alimentos ricos em vitamina A como: fígado, rim, gordura do leite, margarina fortificada, gema de ovo, vegetais com folhas amarelas e verde-escuras, damascos, cantalupo e pêssego. As vitaminas D e E também são eficazes para evitar espinhas;
  • Acrescente ômega 3 na sua dieta. Ele reduz a inflamação da pele e previne a formação de novas lesões, especialmente as mais profundas;
  • Beba muita água. O ideal é ingerir no mínimo 2 litros por dia e distribuir o consumo durante os turnos.

Outra opção é procurar novas formas de consumo de proteína que possam substituir o whey protein. Mas lembre-se, conte sempre com o auxílio de um profissional de saúde, de preferência um nutricionista e um dermatologista, para verificar se esta é realmente a causa da acne e fazer o tratamento adequado para o seu caso.

Veja também: Dieta das proteínas: emagreça mudando seu cardápio

Veja também:

Receita caseira para acabar com as espinhas e reduzir oleosidade

Publicidade