full screen background image
Últimas notícias

PAPO ESPORTIVO | Novatos Pedem Passagem Na Seleção Brasileira


Tem muita gente que torceu o nariz para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador por diversos motivos. Alguns deles bem justos. Mas se existe um ponto positivo dessas duas partidas da Seleção Brasileira foi a participação dos novatos. Principalmente Arthur e Richarlison. O primeiro mostrou extrema categoria na distribuição dos passes. E o segundo deve ter garantido a sua presença em outras convocações com os gols marcados na última terça-feira (11).

A renovação do escrete canarinho é uma das grandes preocupações de Tite. É por isso que as atuações de Arthur, Richarlison e também de Éverton “Cebolinha”, Fabinho, Fred, Lucas Paquetá, Éder Militão, Dedé e Andreas Pereira são tão importantes. A grande maioria dos jogadores que participaram da Copa do Mundo da Rússia já estão perto dos trinta anos e estão com o ciclo na Seleção Brasileira bem próximo do fim. Fora isso, os nomes citados acima e outros que podem ganhar uma chance em convocações futuras vêm pedindo passagem.

É bem verdade que os Estados Unidos e, principalmente, El Salvador não servem de parâmetro para se avaliar totalmente a equipe. Só que os novatos foram muito bem. E num momento em que o futebol pede que um treinador tenha jogadores que possam exercer mais de uma função dentro de campo, ver Richarlison se revezando com Neymar no comando de ataque, Arthur organizando a saída de bola e jogando como primeiro volante no segundo tempo, Lucas Paquetá entrando no meio-campo e dando conta do recado, além da ótima noite de Fabinho como lateral contra os Estados Unidos são ótimos alentos para o futuro.

O jogo contra a Argentina, marcado para o mês de outubro, deve dar mais experiência para a molecada. Mas certo é que a Seleção Brasileira já começa a ganhar uma nova cara, bem diferente daquela do Mundial da Rússia. Só esperamos que o final dessa história seja outro daqui a quatro anos.

Fla precisa pensar em jogar futebol

Mais do que nunca, o Flamengo precisa esquecer as polêmicas dos bastidores e se concentrar apenas na partida contra o Corinthians. Caso o time de Maurício Barbieri se classifique para a final da Copa do Brasil, a escalação do lateral Fagner será um detalhe. E se Paquetá e Cuellar tiverem de condições de jogo, é ir com tudo e deixar essa briga toda para os dirigentes.

Zé Ricardo entre a cruz e a espada

A grande dúvida do técnico do Botafogo está escancarada. Soltar o time para jogar no ataque ou fechar a casinha e tentar um gol na base da sorte e do contra-ataque? É bem verdade que o elenco do Glorioso não ajuda muito, mas Zé Ricardo já mostra que começou a se perder no comando técnico do clube. Ainda mais com o time tão próximo da zona do rebaixamento.

Flu elege prioridade na temporada

O Fluminense escolheu o caminho mais fácil (pelo menos em tese) para levantar um título nessa temporada: a Copa Sul-Americana. É bem verdade que a competição de “tiro curto” pode beneficiar o Tricolor das Laranjeiras. Mas não será simples. Além de passar pelo Deportivo Cuenca, o Fluzão pode encarar alguns clubes tradicionais nas fases seguintes. É bom abrir o olho.

O último a sair do Vasco que apague a luz

Nunca pensei que fosse ver o Vasco chegando numa situação dessas. A maneira com a qual o meia Wagner saiu do clube deixa uma série de perguntas no ar: a diretoria está cumprindo seus compromissos? O jogador procurou seus superiores para falar da proposta que recebeu do futebol árabe? E como realmente estão as finanças do Gigante da Colina? Mistéééééério…

Grande abraço e até a próxima!

Edição: Jaqueline Deister



Fonte




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *