full screen background image
Últimas notícias

POLÍTICA PERSEGUIÇÃO Lula não aceitaria se reunir com a família em um quartel, afirma advogado

Ministro Dias Toffoli autorizou a ida do ex-presidente ao funeral, depois do corpo já haver sido sepultado

Leonardo Fernandes

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Manoel Caetano Ferreira, falou à imprensa na saída da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e comentou a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, que autorizou a participação de Lula no velório do irmão, em São Bernardo do Campo, após o enterro já haver sido realizado.

“Na verdade, a decisão foi absolutamente inócua. Ela foi proferida quando o corpo já estava baixando na sepultura, o enterro já estava acontecendo. Então, nesse sentido, a decisão não tem mesmo como ser cumprida”.

Caetano falou ainda sobre a ideia de o ex-presidente se reunir com seus familiares em uma área militar, o que, segundo ele, foi avaliado por Lula como um desrespeito ao luto da família.

“O presidente não concordaria em se reunir com sua família em um quartel. Ele disse isso claramente. Seria um vexame, um desrespeito com a família que ele fosse se encontrá-la, em um momento como esse, em um quartel”.

Nas proximidades da Superintendência da PF, na Vigília Lula Livre, que acompanha o ex-presidente desde sua prisão em abril de 2018, foi realizado um ato interreligioso em memória do irmão de Lula, Vavá, e em apoio ao petista.

“Queremos pedir a Deus que Lula possa, em seu coração, e de todos os seus familiares, sentir a força de Deus, a presença de Deus, o amparo de Deus; sentir as nossas orações, o nosso abraço e que ele possa, na fé em Jesus, sentir também o seu irmão em outra dimensão, em outro lugar”, disse o bispo Nadal, da igreja anglicana.

Já o líder espírita Jairo, de Sergipe, parafraseou o próprio Lula para denunciar a prisão arbitrária do ex-presidente..

“Esse homem pode estar preso hoje, pode estar preso amanhã, mas as suas ideias jamais ficarão restritas ao calabouço da prisão, às paredes frias da prisão. Porque cada um de nós tem um Lula presente, falando nas ruas, e não apenas aqui. Nós queremos uma sociedade melhor, nós queremos um Brasil melhor, nós acreditamos em um país melhor, e é por esse país melhor que estamos lutando”.

Nota do PT

O Partido dos Trabalhadores divulgou nota na qual afirma que “a perseguição ao ex-presidente Lula não tem fim e neste episódio rebaixou-se ao nível da crueldade e da vingança”.

“Não há justificativa “logística” nem “administrativa” para negarem esse direito, principalmente quando se considera que o Partido dos Trabalhadores se prontificou oficialmente a cobrir todas as despesas de transporte com o deslocamento do ex-presidente”, diz o comunicado.

O texto conclui prestando solidariedade a Lula e a sua família pela perda. Genival Inácio da Silva, de 79 anos, conhecido como Vavá, morreu nesta terça (29) em São Paulo (SP), por complicações em decorrência de um câncer no pulmão. O sepultamento ocorreu nesta quarta-feira (30) às 13h, em São Bernardo do Campo (SP).

Edição: Pedro Ribeiro Nogueira

imagem: Funeral do irmão mais velho de Lula, Vavá, foi realizado na tarde desta quarta-feira (30) em São Bernardo do Campo / Ricardo Stuckert

fonte: www.brasildefato.com.br




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *