full screen background image
Últimas notícias

Menos ejaculação precoce, mais orgasmos. Sextoys dos sonhos estão surgindo


O que acontece em Vegas, não fica só em Vegas. Quer dizer, torcemos para que não. A cidade onde acontece a CES 2020, maior feira de tecnologia do planeta, está apresentando sextoys que prometem mudar a vida entre quatro paredes de muita gente que nunca pisou em um cassino. As promessas dos brinquedinhos vão de um orgasmo feminino garantindo a uma possível solução para caras que duram pouco demais na cama. Selecionei alguns dos destaques mais promissores (para você ficar de olho mesmo depois que o evento acabar).

Max 2 & Nora

Em uma pesquisa feita em 2018 pela marca de sextoys Kiiroo, mais de 90% dos entrevistados falaram que a maior dificuldade de um relacionamento à distância é a falta de contato físico. Um terço deles foi mais direto ainda: sentiam falta de sexo.
Max 2 e Nora são brinquedinhos pensados para solucionar esse tipo de problema.

Primeiro vamos apresentá-los individualmente. Max 2 é um sextoy pensado para quem tem pênis. Por fora, parece um tubo de plástico, por dentro, no entanto, possui uma camada de silicone que vibra e se contrai, para dar o máximo de prazer para quem usa.

Já a Nora é pensada para quem tem vagina. É um vibrador modelo coelhinho que não só treme como também gira, para trazer uma experiência completa.

Aí aparece a sacada da Lovense, que fabrica os toys: o Max 2 e Nora conseguem ser pareados um com o outro, ou com outros Max 2 e Noras.

Na prática, se seu crush tiver uma Nora, e você possuir um Max 2, tudo que acontecer com o brinquedinho dele, vai ser repassado para o seu. E vice-versa.

Uma revolução para o sexo virtual, a brincadeira (obviamente) pode ser feita não só com casais à distância, como também com quem está afim de fazer algo diferente. Promissor.

Myhixel

Assim como o Max 2, o Myhixel é um sextoy voltado para o pênis. Seu diferencial, no entanto, é que ele não quer te explodir de prazer e te fazer gozar o mais rápido possível. Pelo contrário. Ele quer fazer você demorar antes de terminar.

Apesar de parecer uma daquelas promessas mágicas e duvidosas do tipo “aumente-seu-pênis”, o brinquedinho, veja só, funciona mesmo.

Um estudo na respeitadíssima publicação científica The Journal of Sexual Medicine  aponta que o toy de fato ajuda na hora de fazer usuários manterem a relação por mais tempo. A fabricante vai além e diz que seus testes mostraram pessoas que triplicaram seu tempo na cama depois de usarem o produto.

O produto possui dois modelos: o Myhixel Med é voltado para quem não consegue ter uma relação de mais de três minutos. E o Myhixel TR é voltado para quem simplesmente quer durar mais.

Crescendo

Crescendo é um vibrador da marca Mystery Vibe que se destaca por ser absolutamente versátil. Ele funciona com absolutamente qualquer pessoa: homem ou mulher, cis ou trans, ele vai ter uma função para você.

Acontece que o brinquedinho de silicone é moldável. Quer ajeitá-lo para encostar naquele pedacinho do seu corpo? Feito. Esticá-lo para penetrar duas pessoas ao mesmo tempo? Sem problemas. Dobrá-lo para funcionar como uma espécie de anel peniano? Pode deixar.

O gadget ainda interage com um aplicativo exclusivo. Com o app você pode controlar o vibrador à distância, escolher qual a intensidade da atividade e até criar um padrão vibratório para funcionar do jeitinho que você gosta.

Petl

Fazendo um barulho na CES, inclusive eleito pela revista Time como um dos melhores produtos da feira, o Petl da startup Come Play, tem uma proposta interessante: ser um vibrador focado no clítoris, que não exija o uso das mãos.

Trata-se de um pequeno dispositivo que é encaixado na vagina e é imaginado para uso tanto para uma prática solitária quanto em uma transa hétero ou homossexual.

O brinquedinho ainda está sendo testado, em Nova York, mas tem produzido relatos promissores. Vale ficar de olho.

Lioness

Já falei dele aqui semana passada, mas vale o reforço. Lioness é um vibrador smart, que aprende o que você gosta.

O sextoy é equipado com sensores que consegue analisar seu nível de prazer durante a relação, e a partir disso vai criando padrões distintos para que você consiga chegar ao orgasmo de forma definitiva. É praticamente uma garantia de que você vai chegar lá – e cada vez mais de um jeito mais proveitoso.

Aqui tem uma entrevista que eu fiz com Liz Klinger, a criadora do brinquedo. Vale conferir se você ficou com curiosidade ou quer entender um pouquinho melhor sobre o produto.

Osé

Se não fosse ele, nem teríamos o restante dessa lista. O Osé é o polêmico vibrador que ganhou um prêmio do CES em 2019, mas teve o prêmio retirado logo em seguida – sem nenhuma explicação muito convincente e uma forte impressão de que a feira estava evitando falar sobre sexo simplesmente por evitar.

Deu um bafafá, e a organização mudou as regras para aceitar, de forma clara, os sextoys.

O quase-premiado vibrador em questão ganhou todo seu status por conseguir simular sexo oral utilizando microrrobôs. O repórter aqui do Tilt, Gabriel Francisco Ribeiro, bateu um papo com Lora DiCarlo a criadora do toy e fez uma matéria ótima. Vale super dar uma lida!

E aí, ficou com vontade de comprar algum? Qual seu favorito? Deixe aqui nos comentários ????



Fonte




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *